Sistelo, Arcos de Valdevez

Conhecida como “O Pequeno Tibete Português”, tem nos socalcos uma marca identitária única em todo o país. Os socalcos, moldados durante centenas de anos para produção de cereais e para pastar raças de vacas autóctones, conduzem as águas por um sistema específico de regadio, uma forma inteligente e eco sustentada de obter proveito agrícola e pecuário. Tem um núcleo de espigueiros e a misteriosa Casa do Castelo de Sistelo, edificada em meados do séc. XIX e um dos monumentos mais interessantes do Norte de Portugal.

 

 Known as “The Small Portuguese Tibet”, this village has in its terraces a unique identity trademark. Its terraces lead the water through a specific irrigated system, which is a clever and eco-sustainable manner of obtaining agricultural and livestock growth. The village highlights a core of granaries as well as the mysterious Casa do Castelo de Sistelo, one of the most curious monuments of the North of Portugal that was built in mid-19th-century.